Rua Padre Adelino, 1059 - Belenzinho 
São Paulo-SP - 03178-200

11 2605-5171

Horarios:
Segunda a Sexta: 8h00 às 18h00
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram Tecnicar

© 2019 Tecnicar Reparos Automotivos - todos os direitos reservado - by Buzzetti Ass. Marketing 

Os serviços de Alinhamento e Balanceamento são muito importantes e precisam ser feitos com atenção.

A Tecnicar Reparos possui equipamentos de ultima geração e as melhores condições para realizar o Alinhamento e Balanceamento.

O Alinhamento e o Balanceamento são fundamentais para garantir que a segurança, estabilidade, dirigibilidade e o consumo de combustível não sejam comprometidos. Por isso, qualquer mudança nesses valores gera o desalinhamento das rodas e outras irregularidades mecânicas.

É recomendável uma análise periódica no Alinhamento e Balanceamento do veículo. Muitas vezes são necessários ajustes corretivos, seguindo as especificidades de cada veículo.

O Alinhamento e Balanceamento deve ser feito a cada 10 mil quilômetros em condições normais de rodagem.  Assim, é possível evitar que a direção do veículo trepide, “puxe” para um dos lados e que haja desgaste irregular ou prematuro dos pneus.

ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO

Amortecedores são componentes do sistema de suspensão controlando as molas, mantendo o veículo em contato com o solo. Existem três tipos de amortecedor: Convencional, a Gás e Eletrônicos.

A maioria dos veículos existentes podem contar com a utilização de amortecedores chamados a gás, que além do fluido contém também com a utilização do gás nitrogênio sob pressão, mantendo a temperatura interna do amortecedor eliminando assim alterações no fluído e formação de bolhas fazendo com que tenham respostas mais rápidas as ondulações do solo.

Quando substituir os amortecedores: 

Diversos sintomas indicam a hora da substituição, movimento excessivos da carroceria, vazamento de óleo, desgaste irregular de pneus, ruídos vindo da suspensão, ocorrendo um destes sintomas deve procurar um mecânico reparador de confiança

AMORTECEDORES

O sistema de Ar Condicionado Automotivo já é visto como um item de segurança, já que possibilita manter os vidros do veículo sempre fechados.

A manutenção do Ar Condicionado Automotivo preventiva é recomendada a cada 5 mil quilômetros. A substituição do filtro de cabine do Ar Condicionado Automotivo, que evita a contaminação do ar lançado pelo Ar Condicionado Automotivo, deve ser feita a cada 15 mil quilômetros 

Estes são alguns dos serviços prestados pela A Tecnicar Reparos  Automotivos sempre com os melhores profissionais e a garantia do melhor serviço

  • Aplicação de carga de gás refrigerante R-12 e R134A

  • Higienização do sistema de Ar Condicionado 

  • Manutenção do Sistema  de Ar Condicionado 

  • Troca de filtro do Ar Condicionado 

  • Troca de mangueiras do Sistema do Ar Condicionado

AR CONDICIONADO

Este é um item essencial do seu veículo, porque reduz a fricção e o desgaste nas partes móveis dentro do seu motor.

 

Enquanto faz isso, ajuda também a remover as impurezas residuais e a resfriar os componentes mecânicos do motor.

A qualidade e capacidade lubrificante do óleo diminuem com o uso e com o tempo. Por isso, é importante a troca com a periodicidade e quilometragem sugeridas pela montadora do veículo, tendo em vista também o estilo de condução e o tipo de terreno utilizado mais frequentemente, entre outros fatores.

VERIFICAÇÃO/ TROCA DE ÓLEO

A embreagem une o motor ao câmbio pra garantir uma transmissão mais homogênea de torque entre os dois componentes.

Os principais componentes da embreagem são: disco e platô.

Existem alguns sintomas que mostram quando o kit de embreagem deverá ser substituída.

O pedal fica pesado e você tem que fazer certa força para acioná-lo. 

O carro  fica com mais difícil para arrancar, principalmente em subidas, muitas vezes o carro trepida, a troca de marchas se tornarem um suplicio, as famosas "arranhadas" tornam-se mais frequentes. 

Além disso, o conjunto emite ruídos estranhos quando o motorista pisa no pedal.

EMBREAGEM

A direção assistida reduz a força utilizada para movimentar o volante, proporcionando muito mais conforto ao dirigir.

 

Também facilita manobras de estacionamento e a condução do veículo no tráfego do dia-a-dia, além de impedir a rotação brusca e os movimentos violentos do volante.

A direção assistida permite, portanto, que o motorista tenha um domínio total do carro.

SISTEMA DE DIREÇÃO 

O escapamento é o conjunto de tubos, catalizador e abafadores responsável por:

  • Reduzir o nível de ruído do motor, absorvendo as ondas sonoras e mantendo o ruído do motor dentro dos limites especificados por lei.

  • Controlar a pressão dos gases para obter o melhor rendimento do motor em torque, potência e economia de combustível.

  • Conduzir os gases resultantes da combustão para fora do veículo, evitando a possibilidade de intoxicação do motorista e dos passageiros.

ESCAPAMENTO

O sistema de freios constitui uma das partes mais importantes e vitais de um veículo, sendo projetado para dar o máximo de rendimento com um mínimo de manutenção. 

Corretamente conservado e ajustado, o sistema de freios proporciona ao motorista a garantia de uma frenagem segura, sob as mais diversas condições de tráfego.

Muito importante é a verificação do seu estado a cada 10 000 km, ( pastilhas, discos de freio, tambores de freio, sapatas, flexíveis, conexões, tubulações, ajustes e fluido do sistema).

Substituição do fluido de freio a cada 20 000 km ou 12 meses o que ocorrer primeiro

FREIOS

Princípio de funcionamento da Injeção Eletrônica

Quando se dá a partida no veículo, os pistões do motor sobem e descem. No movimento de descida, é produzida no coletor de admissão uma aspiração (vácuo), que aspira ar da atmosfera e passa pelo medidor de fluxo de ar e pela borboleta de aceleração, chegando até os cilindros do motor. O medidor de fluxo de ar informa para a unidade de comando o volume de ar admitido. A unidade de comando, por sua vez, permite que as válvulas de injeção eletrônica injetem a quantidade de combustível ideal para o volume de ar admitido, gerando a perfeita relação ar/combustível, que é chamada de mistura.

Quanto mais adequada a mistura, melhor o rendimento e a economia e menor a emissão de gases poluentes. Os sistemas de injeção eletrônica são constituídos basicamente de sensores e atuadores.

A manutenção adequada da injeção eletrônica, que vai desde abastecer com combustível de boa qualidade e checar filtros de ar,  e fazer uma verificação a cada 10.000 km.

INJEÇÃO ELTRÔNICA

A vida útil do motor de um automóvel depende, principalmente, dos cuidados com a manutenção.

-Troca de oleo e filtro a cada 10 000 kilometros ou de acordo com o manual do veiculo

-Troca de filtro de ar do motor e combustível a cada 20 000 kilometros

-Verificação das correias a cada 10.000 kilometros e substituição a cada 50.000 kilometros ou 5 anos

-Radiador manter o sistema de arrefecimento sempre limpo e com aditivo

-Verificar a cada 10 000 kilometros todas a mangueiras do motor

MECÂNICA GERAL

O PNEU é uma das partes mais importantes de qualquer veículo, suporta o peso do veículo e sua carga e faz o contato do veículo com o solo. O PNEU transforma a força do motor em tração e é responsável pela eficiência da frenagem e da estabilidade nas curvas. Portanto, ao optar pela troca de PNEUS, é importante saber as condições climáticas, de solo ou peso que serão usados.

A estrutura básica de um pneu é constituída por banda de rodagem, carcaça, talão e costado.

- Banda de Rodagem

A banda de rodagem é a única parte do pneu que toca diretamente o solo, proporcionando tração, frenagem, baixa resistência ao rolamento, dirigibilidade, conforto e resistência ao desgaste.

Benefícios:

  • Aderência

  • Segurança

  • Economia do combustível

  • Conforto

  • Durabilidade

- Carcaça

A carcaça é a parte do pneu popularmente chamada de esqueleto composta de uma ou mais lonas.

As funções principais da carcaça são:

  • Transmitir as forças motrizes do veículo

  • Evitar a perda de pressão de ar

Benefícios

  • Segurança

  • Resistência

  • Conforto

- Talão
O talão é um feixe inelástico, mas flexível de arames isolados com borracha. O talão tem como funções principais: fixar o pneu no aro e evitar seu deslizamento longitudinal no aro

Benefícios:

  • Segurança

- Costado

O costado é a parte mais fina do pneu situado entre o talão e a banda de rodagem.
As principais funções do costado são:

  • Proteger a carcaça contra impactos e fricções laterais

  • Garantir a sustentação e maciez do pneu

  • Dissipar o calor originado pela flexão

  • Resistir às condições do tempo (atmosféricas) e a ecomposição química

  • Benefícios

  • Resistência

  • Proteção

  • Conforto

Dicas
Os hábitos de cada motorista ao volante têm grande influência no desgaste e na durabilidade dos pneus do seu carro. Veja algumas recomendações úteis para o bom desempenho dos pneus do seu carro.

EVITE dirigir em alta velocidade
PORQUE a alta velocidade propicia um flexionamento excessivo da carcaça, o que provocará o superaquecimento dos pneus, incrementando o desgaste da banda de rodagem.

EVITE fazer curvas em velocidade.
PORQUE esta situação força o arrasto dos pneus e origina um desgaste maior na área do ombro dos mesmos.

EVITE freadas ou arrancadas bruscas.
PORQUE esta prática favorece o aparecimento de um desgaste irregular e acelerado da banda de rodagem do pneu.

EVITE subir ou descer nas guias da calçada, em acostamentos ou outros desníveis com severidade.
PORQUE este hábito pode causar cortes e arrancamentos da banda de rodagem e quebras nos cordonéis da carcaça, resultando em separações e até estouros.

EVITE roçar os pneus no meio-fio.
PORQUE o atrito violento ou repetido entre o costado do pneu (que é a área de flexionamento e a mais delgada da estrutura do pneu) e o meio-fio pode provocar separações e arrancamentos nessa área.

PNEUS

A suspensão de um veículo tem como objetivo absorver irregularidades do terreno, proporcionando conforto ao motorista e aos passageiros. 

A suspensão é um conjunto de peças com a função de  propiciar estabilidade, dirigibilidade, conforto e segurança para o veículo.

Para manter esse conforto e garantir a segurança, faça uma revisão completa de eixos, molas, rolamentos, pivôs, terminais, juntas homocinéticas, coxins, bandejas, batentes, bieletas e buchas a cada 10 mil quilômetros e fazer Alinhamento e Balanceamento.

Quando devemos fazer a revisão?

  • Preventivamente a cada 10.000 km

  • Sempre que perceber desgastes irregulares dos pneus;

  • Quando sentir desconforto ao dirigir;

  • Quando o veículo apresentar falta de estabilidade em retas ou curvas;

  • Quando ouvir ruídos ou pancadas secas ao choque contra obstáculos, saliências ou depressões do pavimento

  • Após fortes impactos ou choques contra obstáculos ou buracos.

Folgas e desgastes nos componentes da suspensão podem causar muitos problemas:

  • Desconforto ao dirigir

  • Perda de estabilidade

  • Redução da vida útil dos pneus

  • Quebras de peças

  • Ruídos

SUSPENSÃO